Meios de Pagamento

Meios de Pagamento
Comprar Já

5. Farsa de Inês Pereira

Lê o texto a seguir transcrito. Em caso de necessidade, consulta o vocabulário apresentado.

Finge-se, na introdução, que Inês Pereira, filha de uma mulher de baixa sorte, muito antesiosa, está lavrando em casa, e sua mãe é a ouvir missa. E ela diz:

Inês

Renego deste lavrar
e do primeiro que o usou;
ao diabo que o eu dou,
que tão mau é d’aturar.
Oh, Jesu! Que enfadamento,
e que raiva e que tormento,
que cegueira, e que canseira!
Eu hei de buscar maneira
d’algum outro aviamento.
Coitada, assi hei de estar
encerrada nesta casa
como panela sem asa,
que sempre está num lugar?
E assi hão de ser logrados
dous dias amargurados,
que eu possa durar viva?
E assim hei de estar cativa
em poder de desfiados?
[…]

Vem a Mãe e diz:

Mãe

Logo eu adivinhei
lá na missa onde eu estava,
como a minha Inês lavrava
a tarefa que lhe eu dei…
Acaba esse travesseiro!
E nasceu-te algum unheiro
ou cuidas que é dia santo?

Inês

Praza a Deus que algum quebranto
me tire do cativeiro.

Mãe

Toda tu estás aquela!
Choram-te os filhos por pão?

Inês

Prouvesse a Deus! Que já é razão
de eu não estar tão singela.

Mãe

Olha de ali o mau pesar!
Como queres tu casar
com fama de preguiçosa?

Inês

Mas eu, mãe, sam aguçosa
e vós dais-vos devagar.

Mãe

Ora espera assi, vejamos.

Inês

Quem já visse esse prazer!

Mãe

Cal’-te, que poderá ser,
que ante a Páscoa vêm os ramos.
Não te apresses tu, Inês,
maior é o ano qu’o mês.
Quando te não precatares,
virão maridos a pares,
e filhos de três em três.

Gil Vicente, Farsa de Inês Pereira, Porto,
Porto Editora, 2014 [pp. 7-10, com supressões]

1. lavrando: bordando.
2. aviamento: ocupação; solução.
3. logrados: aproveitados.
4. v. 18: a fazer travesseiros de franjas.
5. unheiro: furúnculo por baixo da unha.
6. quebranto: feitiço.
7. v. 28: Não digas disparates!
8. singela: solteira.
9. aguçosa: dedicada.
10. v. 36: vós sois preguiçosa (quanto à vontade de casar a filha).
11. v. 43: Quando deres por isso.

Apresenta, de forma bem estruturada, as tuas respostas aos itens que se seguem.

1. Localiza o excerto na estrutura interna da obra em que se insere.                 

2. Com base no monólogo inicial, identifica dois traços do perfil psicológico de Inês, fundamentando a tua resposta.

3. Caracteriza a relação existente entre mãe e filha.                         

4. Comenta o valor expressivo da ironia presente no diálogo entre mãe e filha.         

5. Justifica a inclusão da obra Farsa de Inês Pereira no género farsa, tendo em conta
critérios temáticos.

PDF Soluções
Topo