Meios de Pagamento

Meios de Pagamento
Comprar Já

1.1 Different Languages, Different Cultures

A WORLD OF MANY LANGUAGES

Ao longo deste tema, dividido em três subcapítulos, é importante que aprendas a falar sobre o papel da língua como meio de comunicação entre culturas (Different Languages, Different Cultures), que saibas enumerar as razões pelas quais é importante aprender línguas e quais as hipóteses de mobilidade que tens para o fazer (Mobility, Young people and Languages) e, finalmente, que saibas explicar a importância que a língua inglesa tem em várias áreas internacionais e qual poderá ser o cenário linguístico no futuro (The English Language).

SUMMARY

Different Languages, Different Cultures

O Contacto com Outras Línguas, Experiências e Culturas      

                               

Este tópico pretende que te apercebas que a tua língua materna (mother tongue) é o teu meio de comunicação; é através dela que exprimes as tuas ideias, as tuas emoções, os teus valores, tal como as gerações que te precederam e as que se seguirão. Podes citar Samuel Johnson em Lives of the Poets que afirma que a língua é o "vestido" do pensamento ("Language is the dress of thought"). Para uma citação mais longa lê, no fim deste resumo, o texto de Walt Whitman. No entanto, podes ter uma segunda língua (second language) em que és igualmente fluente (fluente) porque, por exemplo, no teu país existe mais do que uma língua oficial (official language) ou porque decidiste aprender uma língua estrangeira (foreign language). Se falares duas línguas serás um falante bilingue (bilingual), se falares mais de duas serás multilingue (multilingual).

 

Mas, para além da tua língua e cultura, existem muitas outras com as quais entras em contacto escrevendo a amigos (pen friends), através da música, do cinema e dos livros, através da Internet quando fazes pesquisas, envias e-mails ou falas com amigos (cyberfriends). Vivemos num mundo multilíngue (multilingual world). Muitos países têm mais que uma língua oficial (podes dar o exemplo da África do Sul que tem 11 línguas oficiais). Existem cerca de 6 mil línguas conhecidas no mundo mas já existiram mais. Os linguistas estão a tentar documentar digitalmente estas línguas uma vez que correm o risco de desaparecer. Por esta razão, os governos e as organizações internacionais estão a tomar medidas para proteger o pluralismo linguístico (linguistic pluralism) e a promover a educação multilíngue (multilingual education). Podes dar o exemplo do princípio da União Europeia, "Unidade na Diversidade" ("Unity in Diversity"), o projeto de preservação das línguas em perigo (endangered languages) da UNESCO, denominado Inici@tive Babel ou a celebração do Dia Internacional da Língua Materna (International Mother Language Day) a 21 de Fevereiro.

Apesar das diferenças entre línguas existem elementos universais (language universals) comuns a todas as línguas. Pensando naquilo que poderia ser comum à maior parte dos falantes (speakers) um linguista europeu, L.L Zamenhof, criou em 1887 uma língua artificial chamada Esperanto (Esperanto) que poderia ser usada facilmente a nível internacional para promover a comunicação entre os povos e a paz. Atualmente existem falantes de Esperanto espalhados por cerca de 115 países. Podes dar alguns exemplos de como o Esperanto é acessível mencionando expressões como Saluton (olá), Kiel vi fartas? (como estás?) e Bonan nokton (boa noite).



Sugestões de Pesquisa


Para aprofundares este tema e poderes situá-lo num contexto histórico-cultural podes fazer uma pesquisa na Internet sobre a história da Torre de Babel e ligá-la ao projeto multilingue da UNESCO chamado Inici@tive Babel.

Citação

"Language is not an abstract construction of the learned, or of dictionary makers, but it is something arising out of the work, needs, ties, joys, affections, tastes, of long generations of humanity, and has its bases broad and low, close to the ground."

(Walt Whitman em Slang in America)

A língua não é uma construção abstracta dos letrados, ou autores de dicionários, mas é algo que surge do trabalho, das necessidades, dos laços, das alegrias, dos afectos, dos gostos, de numerosas gerações da humanidade, e tem as suas bases, vastas e baixas, junto ao chão.







PDF
Topo