Meios de Pagamento

Meios de Pagamento
Comprar Já

5. O texto poético I

Este poema fala sobre uma porta através da qual se chegava à verdade.

                   

Verdade


A porta da verdade estava aberta,
mas só deixava passar
meia pessoa de cada vez.

Assim não era possível atingir toda a verdade,
porque a meia pessoa que entrava
só trazia o perfil de meia verdade.
E sua segunda metade
voltava igualmente com meio perfil.
E os meios perfis não coincidiam.

Arrebentaram a porta. Derrubaram a porta.
Chegaram ao lugar luminoso
onde a verdade esplendia seus fogos.
Era dividida em metades
diferentes uma da outra.

Chegou-se a discutir qual a metade mais bela.
Nenhuma das duas era totalmente bela.
E carecia optar. Cada um optou conforme
seu capricho, sua ilusão, sua miopia.
                                               
                       Carlos Drummond de Andrade
 
1 - Quem passava por essa porta?

2 - O que trazia no regresso?

3 - Por que razão a derrubaram?

4 - O que encontraram para além dela?

5 - O que é que o poeta pretende demonstrar?

6 - Que recurso de estilo está presente na primeira estrofe?

7 - Quantas estrofes constituem o poema que acabaste de ler?

8 - Classifica-as quanto ao número de versos.

9 - Apresenta o esquema rimático da primeira estrofe e classifica-a quanto ao tipo de rima.

10 - Transcreve do texto um exemplo de rima emparelhada.

11 - Faz a escansão métrica do primeiro verso e classifica-o quanto ao número de sílabas.

PDF Soluções
Topo